Se a tua aflição não apóia aos que te observam;

Se o pranto da queda te não auxilia a perdoar e a compreender;

Se a experiência não te ensina;

Se a chaga não te leva benefícios;

Se a tua preocupação não serve ao bem dos demais;

Se a tua responsabilidade não é sentida, vivida e sofrida;

Se a tua esperança não produz alegria para os outros;

Se a prova não é para tua alma a instrutora ideal;

Se a amargura te não faz mais doce;

E se o sofrimento não te dá mais compreensão;

Em verdade,

Regressarás, apressadamente, logo depois da morte, às lutas educativas da Terra,

Porque a dor – a divina escultora da vida – terá sido em ti mesmo a candeia apagada em cinza espessa e vã.

André Luiz. Psicografia de Chico Xavier.
Do site “Caminhos de Luz“.

Anúncios